Abaixo confira  as dicas  para comprar com segurança e encontrar as melhores ofertas na web:

 

Postado em 26 de Junho, 2015

 

Comprar um produto que se encaixa na classificação “BBB” (bom, bonito e barato) sem sair de casa. Essa proposta — que brilha até mesmo aos olhos dos menos consumistas —, somada a vários descontos, é a fórmula quase infalível dos sites de compra que visam conquistar o coração e o bolso dos brasileiros.

Nesse quadro — e com o crescimento do comércio virtual nos últimos anos —, muitos endereços eletrônicos apostam na diversificação das mercadorias, agregando várias ofertas que vão desde produtos de beleza até os últimos lançamentos no setor de tecnologia.

 

 

Pesquisar bastante sobre o site

O histórico da loja, tempo de mercado, depoimentos de outros consumidores e experiências de compra, são os principais termômetros sobre a qualidade da loja virtual.

 

Ler conteúdos especializados

Isso é fundamental para fazer uma boa compra. Unir a comparação de preços com informações técnicas e boas indicações de uso é o tripé ideal para a compra. O consumidor economiza quando faz a compra certa, pois tem a certeza de que o produto que vai comprar atenderá as suas necessidades e é o que ele realmente precisa. Busque sempre além do melhor preço, reviews, artigos e guias de compras.

 

Prazo de entrega

De acordo com o Código de Defesa do Consumidor quando a loja não entregar o produto no prazo prometido, além de exigir que a entrega seja feita imediatamente ou aceitar outro produto equivalente, a pessoa tem a opção de cancelar a compra, tendo todos os valores pagos ressarcidos, inclusive o frete. Caso a compra seja cancelada e mesmo assim o produto chegue posteriormente, a pessoa não é obrigada a recebê-lo. Se a pessoa não estiver em casa, ela poderá devolvê-lo posteriormente. A dica é guardar a nota fiscal para enviar junto com o produto.

 

Prazo de arrependimento

O cliente tem o prazo de 7 dias, contados a partir do dia do recebimento do produto, para devolvê-lo, mesmo que utilize o produto e ele não apresente defeito, segundo o Código de Defesa do Consumidor. Essa devolução garante o ressarcimento imediato do valor atualizado do pedido, incluindo os custos com frete. Mas não se confunda: esse prazo não vale para trocas. Ou seja, uma coisa é trocar o produto, outra coisa é devolver. Caso o consumidor queira o dinheiro de volta, essa é uma boa opção. No momento de enviar a mercadoria de volta, lembre-se de incluir a nota fiscal da compra.

 

Produto com defeito

A troca ou substituição de produtos defeituosos ou com mau funcionamento é garantida pelo Código de Defesa do Consumidor. O prazo para reclamar com a loja virtual depende de acordo com o tipo de produto. Para eletrodomésticos, eletrônicos e outros produtos duráveis, o prazo é de até 90 dias. Para os não duráveis, como alimentos e flores, o prazo é de 30 dias. Depois disso, fica valendo a garantia do fabricante. Estas informações constam no contrato, não deixe de ler. Se depois de 30 dias da reclamação, o defeito não seja sanado pela loja virtual, o cliente além de trocar o produto por outro igual pode solicitar a devolução imediata do valor pago, ou ainda, pedir que seja feito o abatimento proporcional do preço, caso decida ficar com o produto defeituoso.

 

Propaganda enganosa

O consumidor pode trocar o produto caso chegue diferente das informações encontradas no site. A pessoa tem o direito de solicitar a troca por outro produto ou cancelar a compra, tendo todos os valores que já foram pagos ressarcidos, inclusive o frete, conforme o Código de Defesa do Consumidor. Uma dica é sempre guardar um print (a imagem do site copiada) da tela onde a informação errada estava.

 

Troca de produtos

Pelo Código de Defesa do Consumidor a troca é diferente da devolução e as lojas não são obrigadas a trocar os produtos caso não haja nenhum defeito ou propaganda enganosa. A política de troca depende de site para site. No entanto, muitas lojas aceitam a troca, em função de cores ou tamanhos, mas vale ficar atento às letras miúdas quando fechar a compra. Não se esqueça de separar mais dinheiro para o frete, já que os custos nesse tipo de troca ficam a cargo do consumidor.

 

Dados pessoais

Quando fornecer informações pessoais como CFP e o número do cartão de crédito, fique atento ao desenho de um cadeado que aparece no canto esquerdo do local onde se digita o nome do site. O cadeado é uma garantia a mais de que os dados não serão publicados pela internet.